?

Log in

No account? Create an account

Previous Entry | Next Entry

Quero muito falar sobre isso com você mas não tenho coragem. Não sei se vou embora daqui da minha cidade sem falar isso para você porque já perdi sua amizade uma vez e não quero perder de novo. Acho que até prefiro sua amizade a você se manter informado de algo que eu acho que já sabe. Mas eu queria mesmo era deixar bem claro. Não consigo confiar em você para isso. Acho que, apesar de você ser uma pessoa fantástica, maravilhosa e incrivelmente linda, não sei qual seria sua reação a isso tudo. O mais provável seria que o seu lado idiota falasse pois você nunca vai pensar pelo meu lado. Não depois do que eu tentei fazer e é uma das coisas que eu mais me arrependo em toda minha vida. Aquele ato de falta de coragem para te puxar e falar que te amo muito sempre me perseguia e ainda hoje voltou. Até pode ter vindo uma vez ou outra mas nunca consegui levá-lo aos teus ouvidos com as palavras que saíram da minha própria boca. Mas não vem ao caso agora né? Depois desse tempo que eu consegui sobreviver sem pensar muito em você, depois daqueles 2 anos sem que nossos olhos se encontrassem, você me aparece novamente nos meus pensamentos da noite. Como eu tinha o seu número, tomei outra cerveja e deitei na minha cama e pensando se eu deveria fazer. Até eu consegui. Consegui mandar um pedido de desculpas para você sobre aqui tudo. Eu estava na espera de receber uma mensagem dele mas não recebi. Então o que restou foi ficar naquela angustia mesmo que durou por uns 3 meses ainda. Foi quando eu te vi novamente depois de um grande espaço de tempo. Nesse dia foi na casa de nossa amiga isadora querino. Vieram alguns amigos da gente que nunca mais tínhamos saído juntos, ruan paquerando Luana. No final deu que foi festa de isadora com o povo do colégio do salvador. Eu tinha levado uma ervaemsme para fumar mais tarde. Depois de tentar fechar os becks, eu fui ma cozinha da casa. Quando eu cheguei na cozinha, lá estava ele. Abri a geladeira para pegar o vinho e fechei. Eu tava quase saindo da cozinha quando você chamou pelo meu nome. Naquela hora meu coração quase parou na hora. Olhei para ele e percebi re. O menino da minha Infância, a pessoa mais linda que eu jà vi em toda a minha vida. Ele me chamou novamente. Eu fuii até ele para saber o que ele finalmente queria comigo. Ele estendeu a mão pata mim num ato meio liberatorio. Apertei a mão dele como se fosse um abraço forte de algum familiar meu. Ele já fazia parte da minha famíliau para mim. Um ente que viajou por muito tempo e aqui está ele de volta pata mim. Sim, lindão. A nossa amizade voltou e voltou bem mais legal dessa vez.

tangas: